top of page
  • ABP

PEC: A Próxima Geração de Antidepressivos, para Além da Hipótese Monoaminérgica da Depressão



Está disponível mais uma aula do Programa de Educação Continuada (PEC) da ABP. Nesta aula, o Dr. Acioly Luiz Tavares de Lacerda, médico psiquiatra e Professor Adjunto do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo, fala sobre "A Próxima Geração de Antidepressivos, para Além da Hipótese Monoaminérgica da Depressão".


A hipótese monoaminérgica defende que os transtornos como a depressão são causados por desequilíbrio químico. Essa teoria propõe que a depressão seja consequência da falta de aminas biogênicas cerebrais, em particular de serotonina, noradrenalina e/ou dopamina.


“A hipótese monoaminérgica da depressão é a hipótese antiga e mais longeva que existe. Ela foi defendida pela primeira vez na década de 60 e se baseou em alguns fatos como a melhora do humor de pacientes com tuberculose tratados com iproniazida. Houve uma melhora da depressão como um todo em pacientes que possuíam as duas doenças em concomitância. Este tratamento foi identificado como um inibidor da monoamino oxidase”, explicou o Dr. Acioly.


Sobre o PEC

O Programa de Educação Continuada (PEC) é um benefício gratuito aos associados quites da ABP. As aulas e cursos de atualização ficam disponíveis na plataforma por 24 horas para assistir em qualquer dispositivo: celular, computador ou tablet. Cada uma das aulas concede 0,5 ponto para a Prova de Título de Especialista em Psiquiatria AMB/ABP.


Acesse o site www.pec-abp.org.br e confira esta e diversas outras aulas preparadas com o objetivo de atualização científica de fácil acesso. O PEC/ABP é gratuito para os associados quites! Fique em dia com a sua Associação. Mais informações em www.abp.org.br/anuidade.

Commentaires


bottom of page