• ABP

Especial Bipomarço no ABPTV: diagnóstico do transtorno Bipolar

Atualizado: Mar 16


Dia 30 de março, é conhecido como o Dia Mundial do Transtorno Bipolar e a sua Associação traz o tema para debate no ABPTV. A data foi escolhida em alusão ao nascimento do pintor Vincent Van Gogh, postumamente diagnosticado como padecente do transtorno.


O TAB caracteriza-se por episódios de depressão e mania, com ou sem sintomas psicóticos. Suas crises, que atingem cerca de 3% da população mundial, podem variar de intensidade, frequência e duração. Além disso, pacientes com transtorno bipolar encontram-se no principal grupo de risco para o comportamento suicida.


A fim de chamar a atenção para o tratamento desta importante e prevalente patologia, o ABP TV realiza o Especial Bipomarço, com três programas voltados especificamente para o tema. Na próxima terça, 16, será debatido o tema "Diagnóstico do Transtorno Bipolar", com os doutores Doris Moreno e Frederico Demétrio.


Conheça-os melhor abaixo:

  • Dra. Dóris Moreno: médica psiquiatra, pesquisadora e supervisora dos residentes do Programa de Transtornos Afetivos do Departamento e Instituto de Psiquiatria HC FMUSP, Mestre e Doutora em Psiquiatria pela Universidade de São Paulo.

  • Dr. Frederico Demétrio: médico psiquiatra, Doutor em Medicina pela FMUSP, médico assistente do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IPq-HC-FMUSP), supervisor da Enfermaria de Ansiedade e Depressão (EAND) e do GRUDA - Grupo de Estudos de Doenças Afetivas, ambos do IPq-HC-FMUSP.​

  • Dr. Rodrigo Delfino: médico psiquiatra, supervisor do Programa de Transtornos de Humor da Universidade Federal de São Paulo - PRODAF/UNIFESP, psiquiatra colaborador e pesquisador da Clínica de Cetamina da UNIFESP, especialização em Psiquiatria Clínica de Alta Complexidade pela UNIFESP.

O programa ABPTV é transmitido ao vivo, toda terça-feira, pelo Facebook da ABP, Canal ABPTV no Youtube, pelo Instagram da ABP (@abpbrasil) ou pelo site da Associação. Participe você também enviando suas perguntas pelos espaços de comentários das transmissões ou pelo Linha Direta no site da ABP, clicando aqui.