• ABP

ABP TV Setembro Amarelo®: mitos e verdades sobre suicídio


Em setembro, a Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP, em parceria com o Conselho Federal de Medicina - CFM, promove a maior campanha antiestigma do mundo, o Setembro Amarelo®. Por isso, o ABP TV dará início à série especial sobre a iniciativa, visando levar informações de qualidade e relevância para toda a população.


O primeiro programa acontecerá no dia 06 de setembro com o tema mitos e verdade sobre suicídio. A imprensa pode noticiar casos de suicídio? Quem fala que pensa em suicídio, nunca tenta o ato? Falar sobre suicídio aumenta o número de casos? Essas e outras perguntas serão respondidas ao vivo. O ABP TV recebe os médicos psiquiatras:


  • Dr. Alexander Moreira-Almeida: Médico psiquiatra, Coordenador das Seções de Espiritualidade e Psiquiatria das Associações Mundial e Latino-Americana de Psiquiatria. Professor Associado de Psiquiatria e Diretor do NUPES - Núcleo de Pesquisas em Espiritualidade e Saúde da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF. Vice-coordenador da Comissão de Estudos e Pesquisa em Espiritualidade e Saúde Mental da ABP.

  • Dr. César Augusto Trinta Weber: médico psiquiatra titulado pela AMB/ABP, associado da ABP. Doutorado Departamento Psiquiatria EPM/UNIFESP. pós-doutorado pelo Departamento Neurociências e Ciências do Comportamento FMRP/USP. Diretor Científico do Centro de Estudos José de Barros Falcão, Professor Titular, Supervisor e Orientador do PFP/CEJBF.

  • Dra. Roberta Grüdtner: médica psiquiatra titulado pela AMB/ABP, associada da ABP, Teacher Assistent I (Harvard T.H. Chan School of Public Health)Executive and Continuing Professional Education (ECPE); Doutoranda do Programa de Pós Graduação da UFRGS - Núcleo de Dor e Neuromodulação do HCPA. Membro da Comissão de Defesa Profissional e Políticas Públicas de Saúde Mental da ABP.


O programa ABPTV é transmitido pelo Facebook da ABP, Canal ABPTV no Youtube, pelo Instagram da ABP (@abpbrasil) ou pelo site da Associação. Participe você também enviando suas perguntas pelos espaços de comentários das transmissões ou pelo Linha Direta no site da ABP, clicando aqui.