• ABP

Pesquisa da ABP tem resultado amplamente divulgado pela mídia


Entre os dias 06 e 09 de maio, a ABP realizou a pesquisa "Atendimento psiquiátrico e Covid-19" junto a seus associados. A consulta contou com a participação de associados de 23 estados e Distrito Federal, tendo grande repercussão na mídia.


De acordo com as respostas dos entrevistados, é possível perceber o impacto da pandemia do novo Coronavírus nos atendimentos realizados desde março. Para 47,9% dos psiquiatras que responderam a pesquisa, houve aumento perceptível nas consultas, podendo chegar a 25% de crescimento.


Outro dado que reforça a quarta onda, ou seja, a crise em saúde mental derivada da pandemia de Covid-19, está relacionada ao agravamento dos sintomas psiquiátricos em pacientes que estão em tratamento: 89,2% dos entrevistados afirmaram que pacientes apresentaram agravamento dos sintomas.


Os números confirmam uma realidade que já era esperada, como explica o Dr. Antônio Geraldo, presidente da ABP. "O monitoramento da saúde mental de pacientes já em tratamento ou em remissão, bem como da população em geral, é fundamental nesse momento. Mesmo antes da pesquisa, já sabíamos que uma pandemia destas proporções traria consequências graves à saúde mental de todos. Agora, temos uma ideia da realidade dos atendimentos psiquiátricos no país e os pontos aos quais precisaremos nos dedicar para garantir um atendimento em saúde mental de qualidade para toda a população em tempos de Covid-19", explica.