• ABP

Covid-19: Telemecidina em Psiquiatria

Atualizado: há 5 dias


A Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP divulgou, na última segunda-feira, 23, um comunicado oficial sobre o uso da telepsiquiatria durante a pandemia do Covid-19.


Em resposta à situação de calamidade pública causada pela pandemia, a ABP atende o apelo de vários associados, respeitando e exercendo suas atribuições estatutárias. Para isso, considera o atual estado de urgência e emergência em saúde pública nacional, que exige posicionamento firme, assertivo e corajoso, na intenção de mitigar as consequências da crise sanitária que o país enfrenta.


O comunicado oficial versa sobre o uso da telemedicina aplicada à especialidade, chamada de telepsiquiatria, bem como orientações para que associados e autoridades de saúde possam atuar durante este momento delicado.


"O momento é de esforço coletivo, com respeito a melhor saúde mental da população, ações pragmáticas/efetivas e de impacto positivo para as nossas vidas, nada será como antes após esta crise, mas nós sairemos disto tudo com muito orgulho de sermos psiquiatras e a certeza de estarmos fazendo o melhor. Conte sempre conosco, o melhor está por vir e virá", destaca o Dr. Antônio Geraldo da Silva ao final da nota.


Leia aqui a íntegra do comunicado oficial do presidente.


Acesse aqui modelo de Termo de Consentimento Livre e Esclarecido.


Confira abaixo os ofícios enviados pela ABP relativos ao tema:


Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP

Rua Buenos Aires, 48 - 3º andar - Centro • CEP: 20070-022 - Rio de Janeiro, RJ

E-mail: abp@abp.org.br // Tel: (21) 2199-7500 // Horário: Segunda à sexta 9h - 18h