• ABP

Saúde Mental e Covid-19: participe da pesquisa!


A quarta etapa da pesquisa “Covid-19 e Saúde Mental: como você está se adaptando?” já está disponível para ser respondida. O levantamento acompanha a saúde mental dos brasileiros desde 2020 e tem o objetivo de compreender de que forma a pandemia tem impactado a população e os profissionais de saúde.


Na pesquisa, são solicitadas informações sobre histórico de transtornos mentais, nível de estresse psicológico atual, qualidade de vida, sono, nível de apoio social e experiência de traumas, entre outros. Os respondentes ainda podem saber o resultado do seu nível de distresse psicológico comparado à população, se assim desejarem. O tempo de resposta ao questionário é de aproximadamente 15 minutos.


Para responder, é necessário ter mais de 20 anos de idade, tanto para população em geral quanto para profissionais da saúde de nível superior ou técnico/auxiliar. As amostras serão estratificadas entre os estados brasileiros e o Distrito Federal, para que sejam nacionalmente representativas.


“Este estudo é fundamental para a compreensão do impacto de uma pandemia no capital mental da população brasileira e o que podemos fazer para melhorar a assistência à saúde mental. Contamos com a colaboração de todos para nos ajudar a construir ações efetivas neste âmbito”, destacou o Dr. Antônio Geraldo da Silva, presidente da ABP e um dos coordenadores da pesquisa.


Para responder ao questionário, acesse este link. O prazo vai até o dia 25 de fevereiro.


Sobre o estudo


A pesquisa “Influência da COVID-19 na Saúde Mental da população brasileira e de seus profissionais de saúde” é fruto da parceria entre a Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP, a Associação Brasileira de Impulsividade e Patologia Dual - ABIPD, Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde - SGTES, Organização Pan-Americana da Saúde - OPAS, Saúde Mental Baseada em Evidências - SAMBE e a Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG.


O questionário busca investigar a saúde mental, funcionalidade e qualidade do sono da população e seus profissionais de saúde associados à Covid-19, de forma bidirecional e periódica, ao longo de 06, 12 e 24 meses. Todas as informações são absolutamente confidenciais e não poderão ser usadas para objetivos diferentes dos desta pesquisa.


Saiba mais em http://abpbrasil.org.br/pcabp/.