• ABP

ABP marca presença nas comemorações do aniversário do Hospital da Polícia Militar de MG


No dia 30 de agosto, o presidente da ABP, Dr. Antônio Geraldo da Silva, e nossa associada, Tenente Coronel Jussara Alvarenga, participaram do Seminário Técnico “Cuidados em Saúde Mental em Tempos de Pandemia”. O evento fez parte das comemorações dos 108 anos do Hospital da Polícia Militar (HPM) de Minas Gerais e foi promovido pela Diretoria de Saúde da entidade.


Essa foi a primeira vez que a saúde mental foi o principal tema das celebrações do HPM, mostrando, assim, que a luta em prol da Psiquiatria é mais relevante do que nunca. O seminário aconteceu em formato híbrido e teve por objetivo conscientizar os oficiais sobre o assunto, principalmente em contexto pandêmico, que agrava ainda mais a saudabilidade das pessoas.


“A saúde mental é uma das chaves para passarmos pela pandemia. Ela simplesmente atua sobre todas as questões, desde a crise potencial nos serviços de saúde até a ajuda na preservação e na reconstrução de uma nova sociedade pós-pandemia”, ressaltou Dr. Antônio Geraldo.


A ABP agradece e fica com honrada com o convite da Polícia Militar de Minas Gerais e por ter feito parte desse evento tão relevante. Encontros como esse reforçam nossa missão de disseminar conhecimento científico e propagar informações de qualidade à sociedade.


Saúde mental dos policiais em pauta

De acordo com o relatório anual do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado no fim de 2020, mais policiais militares e civis tiraram a própria vida do que morreram em serviço ao longo de 2019 – 91 e 72, respectivamente. O número de policiais que cometeram suicídio, neste mesmo período, é quase o triplo em relação à população brasileira em geral.


Os números alarmantes são associados a constante exposição à violência, temor pela morte, confrontos armados, jornadas extenuantes e outros fatores que podem desencadear diversas doenças mentais. Por isso, é tão importante promover as discussões sobre saúde mental no ambiente militar.


Desde 2018, o Programa Nacional de Qualidade de Vida para Profissionais de Segurança Pública, ou simplesmente Pró-Vida, promove ações para incentivar esses cuidados, bem como oferece atenção psicossocial aos profissionais do setor.