Simpósios da Presidente também constituem sucesso entre os congressistas

Atualizado: 12 de Nov de 2018



dra.carmita-presidente
Dra. Carmita Abdo, presidente da ABP

“O impacto (ou não) do feminismo radical sobre a Psicopatologia” foi o tema escolhido para o Simpósio Nacional da Presidente. Coordenado pela Dra. Carmita Abdo, presidente da ABP, a atividade abordou a área temática Sexualidade, contando também com a participação do Dr. Benito Lourenço, pediatra, e do Dr. Fernando Morgadinho, neurologista, ambos de São Paulo.


Ao iniciar a sua palestra, “Adolescência em tempos de mídias digitais e feminismo radical”, o Dr. Benito chamou a atenção para o período de transição que a humanidade se encontra, elucidando por meio de uma analogia: “estamos num alarmismo de transição – o velho morreu e se esqueceu de ir embora, o novo nasceu e ainda não sabe andar”. Em seu discurso, afirmou que é contra a demonização dos eletrônicos (celular, tablet), ressaltando a importância de ensinar ao público mais jovem como utilizar tais ferramentas, citando o estudo da pesquisadora britânica Sonia Livingstone.


Em sua preleção sobre “Hipersonia da mulher e do homem em tempos de Feminismo Radical”, o Dr. Fernando destacou a mudança de comportamento do sono derivada do uso de equipamentos eletrônicos e sua relação com a melatonina. Também apresentou aos presentes os passos para identificação do transtornos do sono, exames necessários para diagnóstico e compartilhou experiências clínicas acerca deste tipo de tratamento.