• ABP

Psiquiatras, profissionais da saúde mental e pacientes são incluídos na vacinação contra Covid-19



No último dia 21, a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) endereçou uma solicitação a autoridades do poder público federal, estadual e municipal para a inclusão de pacientes, psiquiatras e demais profissionais de saúde mental na primeira etapa da vacinação contra Covid-19.

A ABP procedeu com o envio de ofícios a Secretários Estaduais e Municipais de Saúde, bem como ao Ministério da Saúde, ressaltando os riscos aos quais os trabalhadores da saúde mental estão submetidos, contando com o apoio da Associação Mundial de Psiquiatria (em inglês, World Psychiatry Association - WPA), em carta assinada pelo presidente da instituição, Afzal Javed.

O presidente da ABP, Dr. Antônio Geraldo da Silva, comemorou a resposta positiva dos municípios ao ofício da ABP. "Estamos começando a ser ouvidos, independente de qual cidade, estado ou partido político. Para nós, da ABP, isso não interessa, pois nós defendemos os pacientes e queremos o resultado. Se a vacinação acontecer, como em Porto Seguro, Goiânia, algumas cidades do Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte, vários outros municípios do Brasil, é excelente porque, pra gente, é isso que importa".

Citada pelo presidente da Associação, a cidade de Porto Seguro, no litoral da Bahia, já vacinou os profissionais de saúde da área de saúde mental. O ofício foi apresentado à Secretaria de Saúde pela Dra. Priscila Gabrielli, diretora da Associação Psiquiátrica da Bahia (APB), federada da ABP, e também Superintendente de Saúde Mental do município, prontamente atendido por já estar contemplado nas orientações da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia.

A psiquiatra, assim como o Dr. Antônio Geraldo, explica que pacientes com transtornos mentais são mais vulneráveis a serem infectados pelo coronavírus, uma vez que as doenças psiquiátricas, quando agudizadas, não permitem que os pacientes tomem as preocupações de higiene necessárias para a não propagação do vírus. "Diante disso, os profissionais de saúde da área de saúde mental se tornam vulneráveis por estar à frente dos atendimentos e das intercorrências dos quadros psiquiátricos agudizados", destaca.

A Dra. Priscilla continua: "a solicitação da ABP foi de fundamental importância para embasar o nosso pedido à Secretaria de saúde e, por isso, só temos a agradecer à Associação pelo esforço em prol da nossa área, a saúde mental. Conseguimos vacinar toda a nossa equipe, o que é uma forma de valorização destes profissionais, pois a pasta entendeu que os profissionais de saúde mental também fazem parte da linha de frente do enfrentamento da Covid. A solicitação foi feita no dia 29 de janeiro e, no dia seguinte, já estávamos vacinando toda a equipe de saúde mental do município".

O presidente da ABP pontuou também outros locais em que psiquiatras e demais profissionais de saúde mental foram vacinados, a exemplo do Hospital Professor Severino Lopes, em Natal (RN), e a Pax Clínica Psiquiátrica, em Goiânia (GO), bem como o Hospital São Vicente de Paulo, em Brasília. Diretor da unidade, o Dr. Paulo Porto informou que foram vacinados os servidores da unidade e alguns pacientes que atenderam aos critérios estabelecidos pelos órgãos de saúde e puderam receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

Leia a íntegra do ofício que solicita a inclusão dos psiquiatras, profissionais e pacientes da saúde mental na primeira etapa da vacinação de Covid-19 clicando aqui.