• ABP

Projeto Cinepsiquiatria ABP/APAL completa dois anos em Porto Alegre



Iniciado em 2016, o Projeto Cinepsiquiatria ABP/APAL completa dois anos de atividades ininterruptas na cidade de Porto Alegre. Levado ao sul do país por iniciativa da Associação Psiquiátrica Cyro Martins - CCYM, federada da ABP, as sessões cinematográficas completam 24 edições que debateram importantes aspectos da psiquiatria junto à sociedade.


Na capital gaúcha, o Cinepsiquiatria ABP/APAL é fruto de parceria de sucesso entre as três entidades de psiquiatria envolvidas, além do grupo GNC Cinemas e do Shopping Praia de Belas. Uma vez por mês, filmes previamente selecionados pela curadoria do projeto são apresentados e discutidos pelos presentes, com meia-entrada garantida para a exibição.


“A psiquiatria está presente no cotidiano de toda a sociedade. Desta forma, o Cinepsiquiatria ABP/APAL colabora diretamente para informar a sociedade de maneira transparente, indo além da fantasia trazida pelo cinema”, declarou o Dr. Antônio Geraldo da Silva, então presidente da ABP, à época da criação do projeto.


Também complementou afirmando que é "preciso desmistificar as doenças mentais e seus tratamentos e [...] a arte é uma importante ferramenta na construção do homem e da sociedade. Esse é um trabalho de responsabilidade social que leva o psiquiatra e o entendimento da psiquiatra cada vez mais para perto da população, com uma linguagem clara e sem intermediários”, pontuou o também coordenador nacional do Cinepsiquiatria, Dr. Antônio Geraldo.

Próxima sessão já é divulgada no Shopping Praia de Belas

Coordenador do projeto Cinepsiquiatria pelo CCYM, o Dr. Euclides Gomes destaca que "a interface entre psiquiatria e cultura é uma necessidade para o melhoramento de ambas. Diariamente, os psiquiatras são provocados a obter subsídios para ajudar no processo terapêutico. O consumo de arte e cultura é fundamental a todo ser humano. A sétima arte destaca-se nesse propósito por possuir uma imensa variedade de possibilidades. Ao final, o grande beneficiado será o paciente".


Sobre as sessões já realizadas em Porto Alegre, o coordenador falou sobre o processo de escolha dos filmes a serem exibidos. "Propomos uma diversificação de temas que são abordados. Tentamos escolher filmes que exemplifiquem determinadas situações que podem ser abordadas pelo ponto de vista psiquiátrico. Desde agosto do ano passado, passamos a convidar também não psiquiatras (membros do meio artístico, cultural, político e outros profissionais), com muito boa repercussão", ressaltou.


Próxima sessão já tem data e filme escolhidos


Para comemorar os dois anos do projeto, a próxima sessão já está marcada. No dia 27 de abril, o Cinepsiquiatria ABP/APAL exibe o filme "O beijo no asfalto", adaptação cinematográfica da peça de Nelson Rodrigues.

Participarão da sessão o Dr. Antônio Geraldo da Silva, coordenador nacional do projeto, e a escritora Sônia Rodrigues, filha do dramaturgo responsável pela obra e autora do livro "Nelson Rodrigues por ele mesmo". Os comentários também serão feitos por psiquiatras convidados que já participaram das exibições em oportunidades anteriores.


A sessão será no GNC Cinemas, no Shopping Praia de Belas, em Porto Alegre. Aproveite a meia entrada para todos e prestigie o aniversário do Projeto Cinepsiquiatria!

Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP

Rua Buenos Aires, 48 - 3º andar - Centro • CEP: 20070-022 - Rio de Janeiro, RJ

E-mail: abp@abp.org.br // Tel: (21) 2199-7500 // Horário: Segunda à sexta 9h - 18h