• ABP

Associados da ABP figuram entre os pesquisadores mais citados na lista do Web of Science


Na última semana de novembro, a plataforma Web of Science divulgou em suas redes uma lista com os pesquisadores mais influentes de 2020. Entre os mais de 6 mil pesquisadores citados, de 60 países, 19 brasileiros estão na lista, entre os quais, dois psiquiatras associados da ABP: os doutores André Brunoni e Luis Augusto Rohde.


Além do impacto em suas próprias áreas de trabalho, a Web of Science também reconhece a produção científica de pesquisadores que tenham influenciado outros campos do conhecimento - a este impacto cruzado é dado o nome de "cross field". A seleção foi feita com base no número de artigos altamente citados que os autores produziram ao longo de 11 anos – de janeiro de 2009 a dezembro de 2019 – por especialistas em bibliometria do Institute for Scientific Information, ligado à Clarivate Analytics, empresa responsável pelo ranking.


Professor Titular de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o Dr. Luis Augusto Rohde entende a participação nesta lista como um reconhecimento do trabalho desenvolvido pelo seu grupo há mais de duas décadas e meia. "Mais importante é o reconhecimento de que é possível fazer pesquisa de relevância na área de saúde mental de crianças e adolescentes e psiquiatria do desenvolvimento e que a mesma pode ser feita 'abaixo do Equador'", destaca o pesquisador.


O Dr. André Russowsky Brunoni, professor associado da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) foi citado na lista da Web of Science pelo segundo ano consecutivo e destacou a sua felicidade pelo reconhecimento do trabalho do seu grupo, realizado quase exclusivamente no Brasil: "isso me deixa muito contente. Acho que funciona como um estímulo, uma inspiração para meus alunos, para os jovens psiquiatras pesquisadores, especialmente neste momento particularmente difícil no Brasil, de uma certa desvalorização da pesquisa".


Seu trabalho com a Estimulação Magnética Transcraniana (EMT) ajudou a avaliar a eficácia dessa técnica para o tratamento das mais diferentes modalidades de depressão. "Eu estudo a EMT desde 2012, no final do meu doutorado, e a gente tem liderado aqui no Brasil uma série de pesquisas que conseguiram definir a eficácia da técnica. Baseando-se em nossos estudos, existem atualmente companhias e startups desenvolvendo esses aparelhos, o que contribuiu para disseminar a técnica no país, que já tem vários grupos de pesquisa multidisciplinares, pessoas que utilizam na prática clínica. Acho que isso se deve em parte às contribuições que a gente fez e que estão refletidas neste trabalho".


O Dr. Luis Rohde ressaltou que nenhuma área médica esteve tão representada quanto a psiquiatria, que tem dois nomes na lista: "isso demonstra o que outros índices já indicavam, ou seja, a qualidade e força da produção em saúde mental do nosso país. Nesse sentido, vale destacar a importância e espaço que a ABP tem dado ao produto de pesquisa nacional nos seus eventos e principalmente no seu Congresso anual. Acima de tudo, o compromisso da atual diretoria em manter a qualidade do Brazilian Journal of Psychiatry, do qual tive o privilégio de ser editor junto com outros colegas", pontua.


A ABP parabeniza os doutores André Brunoni e Luis Augusto Rohde pela honrosa menção na lista da Web of Science. Esta é uma conquista de toda a psiquiatria brasileira!