• ABP

ABPTV debate "Cuidando do Cuidador na Esquizofrenia: Intervenções Familiares"

Atualizado: Mai 10


A esquizofrenia é um transtorno mental grave que atinge cerca de 2 milhões de brasileiros, segundo dados do Ministério da Saúde, e que traz consigo significativos prejuízos no funcionamento pessoal, social e familiar. Entre os sintomas mais comuns estão delírios, alucinações, alterações de pensamentos e também a alterações na afetividade.


Portadores deste transtorno precisam também de cuidados pois apresentam sobrecargas físicas e emocionais que são ocasionadas pela dedicação de tempo destinada ao familiar doente. A esquizofrenia ainda desperta muito preconceito na sociedade e isso demanda mais proteção e cuidados à pessoa que sofre com a esquizofrenia.


Como podemos cuidar de quem cuida? Qual o primeiro passo que o indivíduo deve dar ao descobrir que alguém do seu núcleo familiar padece de esquizofrenia? Estas e outras perguntas serão respondidas no ABP TV do dia 11 de maio, pelos Drs. Alfredo Minervino, Leonardo Palmeira e pela presidente da Associação Mãos de Mães de Pessoas com Esquizofrenia, Sarah Nicolleli.


Alfredo Minervino - Professor da Universidade Federal da Paraíba. Chefe da Residência em Psiquiatria da Universidade Federal da Paraíba, membro da câmara técnica de bioética do Crm-PB, membro da câmara técnica de psiquiatria Crm - PB


Leonardo Palmeira - Formado em Medicina pela UFRJ, fez residência médica no Instituto Phlippe Pinel. Foi pesquisador do Laboratório de Esquizofrenia e Cognição do Instituto de Psiquiatria da UFRJ/IPUB


Sarah Nicolleli - Presidente da Associação Mãos de Mães de Pessoas com Esquizofrenia - AMME.