buy seroquel online Instead running cipro locally Parenting buy hydrochlorothiazide brand trainers buy nexium online attention mental tinidazole responsible terms buy zoloft we fragile

Leandro Fortes dá dicas de como lidar com a imprensa

 

“Não queremos novos amigos, queremos fontes de informação”. A afirmação foi feita pelo jornalista Leandro Fortes, durante mesa redonda na manhã desde sábado (5), no XXIX CBP. O jornalista falou aos congressistas sobre a importância de se manter um bom relacionamento com a imprensa.

Fortes aproveitou para desmistificar o trabalho do jornalista: “somos trabalhadores, assim como o motorista de taxi, o estivador, o vendedor. O trabalho do jornalista é decodificar um drama humano e transformar toda essa parafernalha de informações num texto muito simples, para que qualquer pessoa, do médico ao estivador, possa entender questões do mundo que faz parte”.

O jornalista deu dicas sobre como receber um jornalista, como fazer uma coletiva de imprensa e, principalmente, como se comportar diante de um repórter. “Entendam que essa é uma relação estritamente profissional”, lembrou.

Segundo Leandro Fortes, o segredo do jornalista é que ele é “especialista em generalidades”. Para Fortes, é equivocada a avaliação de que o sujeito tem de fazer medicina, para depois fazer jornalismo e tornar-se um médico-jornalista. Esse profissional, na avaliação de Fortes, só vai falar para técnicos e não atingirá o objetivo, que é levar informação para o conjunto da população.

Leandro Fortes ainda falou das estratégias usadas por jornalistas para conseguir informações e alertou para a necessidade de preparação prévia: “vocês não podem mais sentar de maneira improvisada diante de um repórter. Jornalista foi treinado a vida inteira para enganá-los. Eles trabalham numa sintonia diferente que vocês, mesmo como psiquiatras, não entendem”.

Leandro ainda lembrou que tratar bem o jornalista é uma estratégia de comunicação e disse que não é preciso gostar do profissional de imprensa, mas que é preciso ser educado, firme nas respostas, manter distância profissional e ter controle emocional diante de um jornalista.

Sobre as pessoas que assumem cargos públicos, Leandro foi enfático: “você não para o seu trabalho para conversar com um jornalista. Conversar com um jornalista é parte do seu trabalho”.

 

Sem comentários ainda.

Deixe uma resposta