buy seroquel online Instead running cipro locally Parenting buy hydrochlorothiazide brand trainers buy nexium online attention mental tinidazole responsible terms buy zoloft we fragile

Instituto Psiquiátrico de São José abre unidade exclusiva em Santa Catarina

PrintFacebookGoogle+LinkedIn 

Pacientes podem tratar transtornos mentais e dependência química em uma área verde de 15 mil metros quadrados
Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Agencia RBS

Apartamentos privativos, banheira de hidromassagem, serviços de manicure e pedicure, yoga e meditação em uma área verde de 15 mil metros quadrados. A estrutura lembra uma pousada, mas se trata de uma unidade psiquiátrica.

Ela leva o nome de uma árvore, a Flamboyant também conhecida como Flor-do-Paraíso e foi inaugurada neste mês no Instituto Psiquiátrico de São José, único hospital privado da Grande Florianópolis e referência no Estado no tratamento de transtornos mentais e dependência química. A demanda por um atendimento exclusivo na área é tão expressiva, que, em uma semana, 40% da ocupação foi preenchida.

Segundo a Associação Catarinense de Psiquiatria encontrar um local adequado para internação e que ofereça uma estrutura única, mesmo quando se paga um alto valor para isso, é um desafio no Estado, tanto que a Capital não tem nenhum espaço privado a oferecer. Na Grande Florianópolis, são apenas três: o Instituto Psiquiátrico São José, o Solar das Colinas, em Anitápolis, e o Caminho do Sol, em Capoeiras. Mas a unidade Flamboyant, seria a única com atendimento exclusivo.

Suítes ajudam paciente a se sentir em um hotel durante tratamento
Foto: Daniel Conzi

Ela tem apenas 16 apartamentos, todos são suítes e foram criados para não dar a impressão de estar em um hospital, mas em um hotel. Cada paciente/hóspede recebe um programa diferenciado de tratamento. De acordo com o diretor técnico do instituto, Aristeu Vieira Stadler, geralmente o tempo de internação é de 15 a 30 dias e somente aqueles com dependência química aguda do crack costumam permanecer por até 90 dias. Conforme o estado clínico da pessoa, ela pode passar as primeiras 24 ou 48 horas sob efeito de medicação, mas depois passa a seguir as rotinas diárias normalmente.

Na programação, não estão apenas consultas, terapias e outros cuidados médicos, mas também prática de esporte, yoga, oficinas de desenho, música, culinária, sessões de massagem, relaxamento e beleza como manicure e pedicure. Para acertar na melhor “receita” de tratamento, que cobre todos os transtornos mentais e dependências químicas, um grupo de seis integrantes do instituto se reuniu por cerca de um ano. A meta era encontrar uma maneira de atender a cada pessoa de uma forma diferente, voltada para seu perfil e preferências.

Na nova unidade banheira de hidromassagem e relaxamento
Foto: Ricardo Wolffenbuttel

— Queremos desenvolver o lado sadio do paciente e tê-lo como elemento ativo no tratamento, fazer com que ele participe, se socialize e possa voltar para um convívio familiar ou profissional melhor consigo mesmo — explica o diretor técnico.

 

Nos outros dois espaços para internação na Grande Florianópolis, os pacientes costumam dividir os quartos e na maioria dos casos o método de tratamento é o mesmo para todos. Neles, o preço médio de diária é de R$ 300. No instituto de São José cerca de R$ 400 e na unidade Flamboyant R$ 540.

Comentários estão fechados.